E as contas a pagar?

  • Home
contas contabilidade setubal

E as contas a pagar?

Pessoal

Os recursos humanos que contratou são pagos todos os meses. É muito importante ter uma política de recrutamento que garante bons níveis de produtividade com os recursos que verdadeiramente necessita para fazer face ao volume dos seus negócios.

Os custos de salários são sempre inflacionados pelos impostos sobre os mesmos e esses cálculos devem ser sempre tidos em consideração. No seu plano mensal de pagamentos  a remuneração dos seus trabalhadores são uma parte muito importante das suas obrigações.

Estado

Nos pagamentos ao estado, que ocorrem com regularidade, referem-se de seguida os mais comuns:

Segurança Social, os 11% que reteve dos salários dos seus trabalhadores e ainda os 23,75% que a empresa tem de pagar, também calculado sobre o salário bruto dos seus trabalhadores, são uma obrigação mensal.

– Dependente da dimensão da sua empresa o mesmo se passa todos os meses (ou trimestralmente) com o IVA a devolver ao estado – adote sempre a máxima de que o IVA que recebeu dos seus clientes não é seu, é do estado, e se assim for, na altura de liquidar o IVA ao Estado o valor que necessita estará sempre disponível.

– O PEC e o IRC são também parte importante das obrigações da sua empresa e devem estar sempre incluídos no seu plano de compromissos financeiros.

Fornecedores

Normalmente as empresas são capazes de negociar com os seus fornecedores prazos para pagamento dos produtos e serviços que necessitam para vender aos seus clientes. Isto é, todas as empresas procuram comprar bens e serviços a crédito, acordando com os seus fornecedores um prazo para pagamento.

O sucesso destes acordos dependem muito dos fornecedores com quem trabalha, mas também do histórico da sua empresa e da imagem que ela tem no mercado. Quanto mais forte for a solidez financeira da sua empresa mais garantias pode dar aos seus fornecedores de que será um cliente seguro e de confiança e maior a probabilidade de sucesso em negociar bons prazos de pagamento.

Existem empresas que na ilusão de comprar com mais descontos, aumentam significativamente o valor em “dinheiro” que têm nas prateleiras do seu armazém, aí ficando demasiado tempo sem poder ser utilizado, causando com esta política verdadeiros sufocos no fluxo de tesouraria. Evite estas situações. Deve negociar os melhores preços, mas não à custa do seu fornecedor fazer do seu armazém o armazém que ele não tem.

Investimentos em Imobilizado

Deve planear os investimentos que necessita em Imobilizado. Nas melhorias ou na expansão das suas instalações, em equipamentos para o escritório ou armazém, incluindo hardware ou software, em viaturas, em outras ferramentas, máquinas ou equipamentos entre outros. Planeie atempadamente este tipo de investimentos tendo em consideração o crescimento da sua empresa. Incluir na lista dos seus compromissos o capital necessário para fazer face aos investimentos é uma prática que deve ser sempre adotada.

Estas são as principais rubricas a dar atenção na gestão do fluxo de caixa da sua empresa. É muito importante manter-se sempre atualizado quanto compromissos financeiros da sua empresa, garantindo que a sua empresa tem capacidade financeira para fazer face a esses compromissos, mas também contribuindo para uma boa reputação e imagem da sua empresa no mercado.

Seja proativo, manter-se focado nas contas a pagar da sua empresa é tão importante como manter-se focado nas contas a receber.